Qual é a diferença entre fiscalização, inspeção e auditoria?

Você deseja alinhar o seu negócio às normas da Vigilância Sanitária, mas ainda não conhece a diferença entre fiscalizaçãoinspeção e auditoria? Continue lendo e saiba mais sobre esses termos e a importância de cada um.

Primeiramente, é preciso entender que tanto a fiscalização, quanto a inspeção e auditoria são instrumentos fundamentais para assegurar a saúde da população – seja ela consumidora do produto/serviço ou os colaboradores, a partir dos procedimentos estabelecidos em uma empresa.

Isso é uma regra, e independe se a área é alimentícia, farmacêutica, clínica, da beleza ou qualquer outra que envolva saúde. Além disso, esses termos também estão constados em lei pela Anvisa, que cumpre um papel fundamental para que a qualidade e eficácia desses itens sejam correspondidas.

Por isso, os recursos administrativos são utilizados pela Agência para que as empresas, públicas e privadas, possam comprovar o cumprimento das regras necessárias, e para que suas atividades sejam aprovadas.

Dessa maneira, separamos os três aspectos para que você entenda cada um deles, e aplique no seu negócio, confira abaixo:

1. Fiscalização sanitária

fiscalização sanitária é o processo de análise do cumprimento de normas e regras estabelecidas em lei pela Anvisa e demais órgãos fiscalizadores.

Essa prática deve ser realizada com frequência, a fim de que esses órgãos consigam tomar as devidas medidas cabíveis em casos de infração e prevenir eventuais riscos sanitários.

2. Inspeção sanitária

Na mesma perspectiva da fiscalização sanitária, a inspeção sanitária é fundamental. Nesse sentido, ambas se complementam, devido ao fato de que a inspeção é o ato de profissionais agentes da Vigilância Sanitária avaliarem produtos e estabelecimentos locais.

Portanto, essa atividade compreende todo o processo de coleta de informações, verificação de documentos, condições estruturais, entre outros. Enquanto isso, a fiscalização é um termo mais generalizado quanto ao tema.

Além disso, é válido salientar que toda essa análise geral, é baseada nas Boas Práticas de Fabricação.

3. Auditoria

Auditoria

Em geral, as auditorias envolvem um processo de análise dos documentos necessários à empresa, verificando se eles estão de acordo com o que a Vigilância Sanitária pede.

Dessa forma, as auditorias são classificadas em três tipos:

·   Auditoria interna: as auditorias internas, também chamadas de autoinspeção, são importantes para que haja uma organização da empresa e capacitação dos funcionários, e realizar assim, uma manutenção frequente do que está sendo feito.

É nesse momento que os erros podem ser evidenciados e ajustados, para então produzir relatórios e haver uma análise geral.

·  Auditoria no fornecedor: esse segundo formato é realizado nos fornecedores a fim de verificar o cumprimento das normas.

São essenciais para um bom gerenciamento e para obtenção de uma maior credibilidade dos fornecedores.

·  Auditoria externa: por fim, a auditoria externa tem o objetivo de gerar o certificado em um sistema de gestão.

Esse processo é importante para a obtenção de melhores resultados gerais, isso porque, as auditorias são uma forma de planejamento e organização administrativa da empresa.

A Santé – Consultoria em Vigilância Sanitária

A Santé realiza serviços de forma exclusiva para o seu negócio, incluindo Auditorias Internas, que vão desde análise de propostas para atuação no mercado, até organização, planejamento e preparo interno da sua empresa.

Dessa forma, contamos com uma equipe especializada em Vigilância Sanitária, incluindo empresas do ramo da saúde, alimentos, entre outros.

Ademais, para agendar a sua consultoria entre em contato conosco:

• Fone: (83) 3045-0997

• E-mail: contato@santeconsultoria.com.br

Caso você verifique alguma irregularidade entre em contato com os órgãos fiscalizadores. Para mais informações sobre registro de produtos, consulte a Anvisa.