Como deve ser feita higiene dos colaboradores na sua empresa?

Muitos gestores e empreendedores ainda possuem uma grande dúvida: como deve ser feita a higiene dos colaboradores no ambiente de trabalho?

Continue lendo e saiba mais!

Primeiramente, é preciso ter em mente, que assegurar a saúde e prevenir riscos e possíveis doenças é um dever primordial para toda a população, além de ser estabelecido pela Vigilância Sanitária, no caso da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e dos órgãos fiscalizadores locais.

Esse fator é realizado tanto para assegurar os consumidores do cuidado com a qualidade de produtos e serviços, como também, para que haja um ambiente favorável e propenso para que funcionários e colaboradores realizem suas atividades e não estejam sujeitos a danos.

Dessa forma, essas ações devem ser realizadas internamente, e dependerão, em sua maioria, do nicho de mercado da sua empresa e do que é exigido para aquilo.

Por exemplo, em um restaurante ou empresa de produção de alimentos, os cuidados devem ser redobrados com a vestimenta, evitar queda de cabelo e qualquer item que cause problemas quando ingeridos.

Para você entender melhor quais devem ser esses cuidados, confira abaixo três dicas para higiene dos colaboradores no ambiente de trabalho.

1. Uso do uniforme

uso do uniforme
Crédito de imagem: Blog.consistem. Disponível em: https://bit.ly/3iJDQhZ

Quando se trata do segmento de alimentos por exemplo, o uso de uniformes, tocas, e luvas deve ser obrigatório para a manipulação de alimentos. Além disso, o uso de acessórios como relógios e anéis, deve ser evitado no ambiente de trabalho

Geralmente, essas regras podem variar, a depender do segmento e do que é solicitado pela Anvisa.

Por isso, é importante estar atento ao que é pedido, a fim de evitar punições sanitárias e/ou assegurar qualidade e eficiência no seu negócio.

2.  Faça treinamentos periódicos com sua equipe

Treinamentos periódicos
Crédito de imagem: Conta Azul Blog. Disponível em: https://bit.ly/3iBZkgE

É de suma importância que toda a sua equipe esteja atenta as normas de higiene e saúde, para que possam assim, cumpri-las adequadamente.

Por isso, realizar cursos e treinamentos periódicos com sua equipe é um investimento essencial para a melhor produção no que diz respeito a vigilância sanitária.

Lembre-se: quanto mais capacitados forem os seus funcionários, maior o valor que você pode levar ao seu negócio, e você terá uma maior qualidade para oferecer aos seus clientes.

3.   Mantenha a limpeza em todo o local de produção

Limpeza do local de produção
Crédito de imagem: Pixabay

Essa é uma dica que deve ser redobrada em períodos de pandemia, já que a limpeza e higienização constantes do ambiente de trabalho devem ser frequentes, assim como a utilização de álcool em gel, lavar bem as mãos e fazer uso de máscara de forma obrigatória.

Dessa forma, deve haver uma contribuição mútua para que esses fatores sejam respeitados a partir da conscientização individual e da organização do espaço em prol do bem coletivo.

A Santé: Consultoria em Vigilância Sanitária

A Santé oferece serviços de consultoria assessoria e treinamentos voltados para assegurar a saúde e qualidade nos produtos/serviços da sua empresa, bem como dos funcionários.

Da mesma forma, cuidamos da parte administrativa, que vão desde análise de propostas para atuação no mercado, até organização, planejamento e preparo interno da sua empresa.

Nesse sentido, contamos com uma equipe especializada em Vigilância Sanitária, que oferecerá todo o suporte necessário para a construção de uma imagem sólida no mercado.

Ademais, para agendar a sua consultoria entre em contato conosco:

• Fone: (83) 3045-0997

• E-mail: contato@santeconsultoria.com.br

Caso você verifique alguma irregularidade entre em contato com os órgãos fiscalizadores. Para mais informações sobre registro de produtos, consulte a Anvisa.